O imbróglio Petrobras X Receita Federal

by

Diferente do que o governo e fontes da própria Petrobras andam soltando por aí, o imbróglio Receita Federal X Petrobras está longe de ser considerado resolvido. Dentro da receita há técnicos, gente com muitos anos de carreira e serviços prestados ao país, que tem opinião formada contra a manobra contábil aplicada pela nossa petrolífera para recolher menos impostos.

Na CPI, diretores nomeados por critérios políticos defenderam a maneira peculiar com que a Petrobras traduziu as normas tributárias. Falam inclusive em casos semelhantes na grande iniciativa privada brasileira. Fico na dúvida se a Petrobras não estaria dando o mau exemplo.

Não sou um especialista em tributação, mas concluo que, se existe a polêmica dentro da receita, caso encerrado não é. O fato da Petrobras ter estado com problemas de caixa no segundo semestre de 2008 na minha visão poderia ser interpretado até naturalmente, tendo em vista a eclosão da grande crise mundial, com profunda desvalorização do preço do petróleo no mercado internacional.

O que parece é que, por usar politicamente a nossa Petrobras como arma eleitoral, o governo Lula não aceita que a imagem de “sucesso” da companhia seja arranhada por questionamentos legítimos de ninguém, nem por órgãos de Estado.

A Receita questiona alguns métodos de recolhimento fiscal, a oposição questiona o uso do caixa da empresa em assuntos eleitorais e suposta corrupção, o TCU questiona algumas grandes operações de investimentos, a Polícia Federal questiona alguns procedimentos suspeitos criminalmente.

Mas Lula, Gabrielli e o PT não aceitam. Eles se apoderaram de mais de 50 anos de história para fazer dos méritos da Petrobras – que são só da Petrobras – em ativo do partido. Já onde realmente o governo pode ser responsabilizado exclusivamente, a regra é esconder. O caso do pré-sal é típico: Uma pesquisa que vem sendo conduzida há mais de 20 anos, mas por dar resultados práticos agora – na verdade prático mesmo só daqui alguns anos – torna-se carimbada pelo partido como fruto do seu governo.

Claro que ninguém quer proibir Lula de inaugurar com pompas as conquistas da Petrobras, isso é natural de qualquer governante. Mas não podemos aceitar a transformação descarada desses eventos em comícios eleitorais. Muito menos aceitar que haja um desmonte da Receita Federal justamente porque seus servidores de carreira indicam possíveis desajustes na área fiscal da empresa.

Hoje houve demissão coletiva de dirigentes da Receita por não concordarem com a maneira com que vem sendo feita a “tratoragem” do governo sobre o quadro técnico do órgão. Lina Vieira foi só um prenúncio.

É o jeito Lula de governar, misturando sempre política partidária com Estado, não colocando limites em seus subordinados e ele mesmo dando maus exemplos. O fato da CPI estar amordaçada é caso típico. Uma coisa é ter algum controle sobre uma CPI, outra abafá-la completamente.

 

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

5 Respostas to “O imbróglio Petrobras X Receita Federal”

  1. nanadaluz Says:

    Não dá pra dar vantagem a bandido; e é isso que o país inteiro está fazendo, fazendo cara de paisagem.
    Para os mandos e os desmandos lulo-petistas; quando muito, e debilmente ,sussura indignações.

  2. sidclei Says:

    TAÍ NANADALUZ E ANÔNIMO DONO DO BLOGUE, MAIS UMA CRISE PRA VOCÊS COMENTAREM. ALIÁS, HOJE AINDA PASSOU UM SENHOR VINDO DO ROÇADO E NÓS FICAMOS HORAS FALANDO SOBRE A SENHORA LINA VIEIRA. AQUI NA MINHA CIDADE NÃO SE FALA DE OUTRA COISA: É LINA PRA LÁ É LINA PRA CÁ; DILMA É O CÃO, VOU VOTAR NO SERRA PORQUE ELE É LINDO (CÁ PRA NÓS, ACHO QUE ESTÃO CONFUNDIDO ELE COM O CARA DE MINAS KKKKKKKKKKKKKK) ETC ETC.
    Esse assunto é a bola da vez na boca do povo daqui, precisa vê kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    EI NANINHA, LIGA NÃO É MEU EXPEDIENTE, VIU?

  3. denilson Says:

    Ih! Vão ressuscitar mais essa… Mas fazer o que… Depois da reunião do dia “19” com a dona lina… O Pessoal ficou com raiva… Factoide e factoide…

  4. André Says:

    Blog criativo e original.
    Contudo é preciso esclarecer algumas coisas que circulam na mídia e estão virando senso comum sem uma avaliação mais a fundo.

    Não há manobra contábil usada pela petrobras. Já está mais que esclarecido. Na própria Globo já foi falado isso, está havendo MANIPULAÇÃO DA OPINIÃO PÚBLICA! Vejam o vídeo abaixo:

    http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1111651-7823-CRISE+ATINGE+DE+VEZ+A+RECEITA+FEDERAL,00.html

    Criticar o governo por usar a imagem da empresa para fins políticos é uma coisa, agora não ver a tentativa (até estrangeira) de desestruturar a empresa coincidentemente quando a maior descoberta da história do Brasil, o pré-sal, está em disputa com as Big Oil (Exxon, Shell, British Petroil, etc…) é ser muito inocente ou mesmo mal-intencionado. Os EUA estão no momento retirando tropas do Iraque, colocando em 7 bases militares na Colômbia, uma no Paraguai, estão questionando as 200 milhas marítimas do Brasil (coincidência! logo onde está o pré-sal?!), sendo que a ONU fala que são 120 milhas e os EUA 60 milhas…
    Em meados do ano passado reativaram a QUARTA FROTA AMERICANA (estava desativada desde a segunda guerra) para patrulhar a costa sul americana, estão fazendo forte lobby ($$$) no Congresso Brasileiro para que haja um sistema que beneficie fortemente as empresas e a extraçao para países estrangeiros. Na Argentina a Exxon retirou petróleo de forma tão gananciosa (grande vazão) que estragaram os poços e o petróleo argentino “migrou” (veja em geologia, do petróleo) para outras camadas e assim reduziu-se em 35 anos a capacidade produtiva em petróleo na Argentina. Hoje os “hermanos” precisam comprar gás da Bolívia.
    Parece que faz parte da nossa história, como a extração de pau-Brasil (devastação da floresta), cana-de-açúcar (empobrecimento do solo), ouro, minérios como ferro (vendemos a matéria prima e compramos o manufaturado) . Com o petróleo está sendo da mesma forma. Virão para sugar o óleo cru. Como a Petrobrás (que subsidia o diesel e não repassa para a população os grandes aumentos externos em tempos de alta do barril) não tem mais o monopólio, em breve a tendência será comprarmos os derivados de fora… da shell, exxon, etc… ao preço do mercado internacional.

    Temos memória fraca, mas nos últimos anos, na última alta do petróleo, o preço da gasolina em alguns países subiu 5 vezes! Imagina, o litro custar mais de 12 reais…

    A bola da vez é o pré-sal.
    Já perdemos o monopólio e o controle da exploração e produção.
    Em capacidade temos, no mínimo, um IRAQUE debaixo da terra e não estamos aproveitando a oportunidade de crescimento e desenvolvimento. Estamos e continuamos a entregando tudo…
    A mídia ganha quanto em patrocínios e outras formas para incentivar a entrega ou camuflá-la?
    O próprio governo, ao propor o sistema de partilha e não voltar com o monopólio está ajudando nisso.
    O melhor caminho para o desenvolvimento controlado seria retornar o controle total para a Petrobrás.

    Até mais

    André

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: