Campanha de adesão na TV

by

blog TV petrobras PT 2CE

A Petrobras soltou no ar uma nova campanha publicitária em que divulga sua marca, suas conquistas, coisa muito normal. É uma campanha dispendiosa, com comerciais de TV de 30 segundos e que sorrateiramente insere, lá no finzinho da propaganda, o endereço do seu blog anti-imprensa.

Então ficamos assim: Uma empresa que tenta mostrar-se moderna e capaz, induz o público consumidor a entrar em um site da internet onde as duas únicas pautas são desmoralizar uma CPI do senado federal e atacar o trabalho da imprensa.

O consumidor que assistir o comercial de TV vai, embarcado pelo belo trabalho de promoção institucional, de boa fé cair em um blog de viés político, com uma seção de comentários recheado de textos de caráter eleitoral pró-governo, onde uma falsa impressão de adesão é fabricada devido a censura que exercem sobre a participação dos comentaristas que desejam criticar ou rebater as informações.

Mais uma novidade no mundo do marketing empresarial e no mínimo uma falta de decoro perante as leis eleitorais, pois mistura política com negócios.

Depois reclamam quando chamamos aquilo de site chapa branca disfarçado, sob comando do PT. Nunca antes neste país, quiçá no mundo, um blog ganhou campanha de divulgação na televisão, um dos meios mais caros de veiculação de propaganda. Blog que é blog, já disse aqui, se faz na raça dentro do mundo virtual. É um meio alternativo de comunicação, que não comporta esse uso desmedido de poder econômico como o que está sendo feito pela Petrobras. Deixou de ser blog, definitivamente.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

6 Respostas to “Campanha de adesão na TV”

  1. Campanha Says:

    Regras do pré-sal ampliam poder do Estado na exploração do petróleo
    Lula transforma lançamento do marco regulatório em ato de campanha para Dilma

  2. Pânico Says:

    Está mais do que provado que a publicidade da Petrobras faz parte de um esquema pra forçar a barra – deu o pânico na Petrobras. Qualquer pessoa menos avisado percebe o exagero.

  3. Clenira Says:

    Propaganda chapa branca. Pior, com o dinheiro do contribunte.

    “Mais uma novidade no mundo do marketing empresarial e no mínimo uma falta de decoro perante as leis eleitorais, pois mistura política com negócios”.

  4. SEM SAL Says:

    PT retoma estatismo em solenidade “sem sal”

    VALDO CRUZ
    DA SUCURSAL DE BRASÍLIA

    Um pré-sal sem sal. Essa pode ser a síntese da solenidade em que o presidente Lula lançou o novo marco regulatório do setor de petróleo no país. Não houve o tão propalado megaevento, o auditório não estava lotado, os movimentos sociais aliados de Lula não apareceram com faixas dizendo que “o petróleo é nosso”.

    Apesar do clima comportado do auditório, da ausência do clima explícito de campanha, o governo se esforçou para enviar sua mensagem de que o pré-sal é um “patrimônio da União, riqueza do povo e futuro do Brasil” registrada em todos os cantos do evento.

    Uma mensagem para justificar uma nova Lei do Petróleo de forte apelo nacionalista, focada no fortalecimento do Estado e de sua principal empresa do setor, a Petrobras.

    Um modelo desenhado à imagem do PT mais tradicional, aquele que até suporta, mas não gosta tanto assim do mercado. E que se sente bem mais à vontade num mundo mais estatizante.

    Antítese do seu principal adversário de 2010, os tucanos, pais do modelo que os petistas hoje querem descartar -aquele que abriu o setor petrolífero às empresas privadas nacionais e estrangeiras. Fato que os petistas desejam enfatizar na campanha presidencial do próximo ano contra o PSDB.

    Nessa guerra política, por sinal, valeu ceder na última hora às pressões vindas principalmente dos governadores peemedebistas, aliados preferenciais em 2010 da candidata petista Dilma Rousseff.

    Em nome da paz com os governadores, e principalmente o PMDB, Lula deixará, por enquanto, intacto o sistema de cobrança de royalties e participação especial que tanto beneficia Estados como o Rio de Janeiro e Espírito Santo.

    Teatro

    No fundo, um grande teatro, já que o pré-sal começará a produzir em escala comercial lá por volta de 2015. Até lá, mudar ou não mudar o sistema de royalties pouca importa, porque não haverá cobrança significativa desses impostos no petróleo do pré-sal.

    Então, ficou assim. O governador peemedebista Sérgio Cabral poderá dizer no Rio de Janeiro que saiu vitorioso, evitando uma bandeira negativa na campanha de 2010.

    E o presidente Lula fica com o apoio do PMDB para aprovar no Congresso Nacional o que lhe interessa, o novo marco regulatório do pré-sal: num modelo em que pode dizer que o petróleo fica com o Estado, cria-se uma estatal e também um fundo para garantir o futuro dos brasileiros.

    Íntegra para assinantes Folha de São Paulo

  5. Franz Mesquita Frias de Marinho Civitas Says:

    PARABÉNS BLOGUEIRO E À TODOS QUE AQUI COMENTAM!!!

    CONVIDO A UMA VISITA AO BLOG DO ILUMINADO PROFESSOR HARIOVALDO ALMEIDA PRADO

    http://hariprado.wordpress.com/

    COMO ESTE, MAIS UM LUGAR ONDE NÓS, HOMENS BONS, PODEMOS DISCUTIR DE FORMA EQUILIBRADA E FUNDAMENTADA, SOBRE OS DESMANDOS DO GOVERNO LULO-PETISTA.

    UM ABRAÇO À TODOS.

  6. juca bala Says:

    PETROBRÁS JÁ ADMITE SUPERFATURAMENTO

    O Tribunal de Contas da União (TCU) demonstrou ontem que a Petrobras JÁ ADMITIU o superfaturamento de R$ 64 milhões nas obras de terraplanagem da refinaria Abreu e Lima e renegocia os preços. Segundo o TCU, há indícios de irregularidades em R$ 146 milhões nessa etapa da construção.

    O consórcio contratado teria ficado em quarto lugar na concorrência, caso a Petrobras tivesse detectado o “jogo de planilha”, espécie de camuflagem do sobrepreço no orçamento inicial. As informações foram apresentadas ontem à CPI da Petrobras pelo diretor da Secretaria de Obras do TCU, André Mendes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: